Tradutor

Caso queira receber conteudos novos por email

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Documentarios, filmes, livros, textos e videos com idéias e pensamentos libertarios ou de assuntos diversos, com intenção de consientizar e mostrar a verdade, coisa que o midia atual tenta evitar

ZEITGEIST REFUTADO [LEGENDADO]

Zeitgeist é um documentário que só não é melhor porque na primeira das 3 partes o diretor – ateu radical e militante – viajou na maionese.  Zeitgeist Refutado elimina qualquer dúvida a respeito das bobagens que diz a primeira parte do documentário. Não deixe de ver Zeitgeist e depois assista a este Zeitgeist Refutado.
Este documentário refuta cada uma das afirmações, de maneira leve e divertida. Imperdível!
Sinopse: Zeitgeist Refutado: O Espírito do Tempo. Este filme refuta as seguintes alegações feitas no filme Zeitgeist: O Cristianismo copiou algo dos mitos pagãos? Jesus não é um homem histórico? O Cristianismo foi criado para controle social? A Bíblia é baseada em astrologia? A Bíblia foi plagiada? – Autores e fontes de Zeitgeist são expostos e comentados. “O primeiro paralelo real de um Deus morto e ressuscitado não aparece antes de 150 D.C., mais do que 100 anos após a origem do Cristianismo. Se houve alguma influência de um em outro, foi a influência dos eventos históricos do Novo Testamento [Ressurreição] na mitologia, não o contrário. A primeira descrição de um Deus sobrevivendo à morte, anterior ao Cristianismo, foi o culto egípcio ao Deus Osiris. Neste mito, Osíris é cortado em 14 pedaços que são espalhados pelo Egito, posteriormente reunidos e trazido de volta à vida pela Deusa Isis. Contudo, Osíris não voltou à vida física, mas tornou-se membro de um sombrio submundo. Isto é de longe diferente da descrição da Ressurreição de Jesus, onde ele foi o glorioso príncipe da vida ressuscitado e visto por outros na terra antes de sua ascensão aos céus.” – Dr. Norman Geisler.
.
BAIXAR ZEITGEIST REFUTADO [LEGENDADO]
"Apenas anseio a verdade incondicional, tenha ela qualquer nome ou ideologia" Faces da Liberdade

0 comentários:

Veja Tambem